PRÉ-CONGRESSO

IFIC 2017 – CURSOS PRÉ – CONGRESSO
27 DE SETEMBRO DE 2017
HORÁRIO SALA 1 SALA 2  SALA 3 SALA 4 SALA 5
Polêmicas em processamento de produtos para saúde
Coordenação: Kazuko Uchikawa Graziano | Eliane Molina Psaltikidis
Forum Latino – America & Caribe: Implementação dos Componentes Essenciais dos Programas de Prevenção e Controle de Infecções Relacionadas a Assistência a Saúde
Coordenação: Valeska Stempliuk | Maria Clara Padoveze | Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza
Prevenção de Infecção, controle e tratamento de infecções em Unidade de Terapia Intensiva
Coordenadores: Eduardo A. Servolo de Medeiros | Juliana Oliveira da Silva
Resistência microbiana – teoria e prática da prevenção e controle
Coordenação: Ana Gales | Daniel Wagner de Castro Lima Santos | Silvia Figueiredo Costa
Epidemiologia Hospitalar
 Coordenação: Ícaro Boszczowski | Mirian de Freitas Dalben
08:00 – 08:30 08:00 – 09:00
ABERTURA DO CURSO:

Objetivos, Estrutura e Horários
Moderadora: Kazuko Uchikawa Graziano
08:00 – 08:30
Introdução
08:00 – 08:30
Importância do ambiente como reservatório de microrganismos e o que há de novo na limpeza e na desinfecção?
Viviane Maria de Carvalho Hessel Dias
08:00 – 09:30
Métodos Diagnósticos para CCIH

Ana Gales
08:00 – 09:30
Metodologia de vigilância e ferramentas de análise de eventos adversos

Najara Andrade / Ana Paula Coutinho
08:30 – 09:00 08:30 – 10:00
Apresentação dos componentes essenciais para os programas de prevenção de IRAS e estratégias de implementação
Valeska Stempliuk / Maria Clara Padoveze
08:30 – 09:00
Cultura de vigilância de microrganismos multirresistentes: qual o impacto no controle das infecções e na indicação do antimicrobiano

Adão Machado
09:00 – 09:30 09:00 – 10:45
MESA REDONDA:
Riscos no processamento e suas repercussões
Moderadora: Kazuko Uchikawa Graziano
09:00 – 09:30
Uso racional de antimicrobianos nas unidades de terapia intensiva (Stewardship programs): como avaliar o benefício?

Pedro Mathiasi
09:00 – 09:30
Evidências do risco das falhas no processamento de materiais – análise de publicações de eventos adversos e surtos relacionados às falhas na limpeza, esterilização e desinfecção de produtos para a saúde
Adriana Cristina de Oliveira
09:30 – 10:00 09:30 – 10:00
Material permanente: Quando é seguro processar?
Camila Quartim Moraes Bruna
09:30 – 10:00
Como gerenciar e monitorar os indicadores dos bundle de PAV, Infecção relacionada a cateter e sepse
Glaucia Fernanda Varkulja
09:30 – 10:45
Quais testes para diagnóstico rápido de colonização de MDR no pronto socorro e unidades de internação / UTI
A confirmar
09:30 – 10:45
Modelos matemáticos aplicados ao controle de infecção hospitalarParte I – teórica
Mirian Dalben
10:00 – 10:30 10:00 – 10:30
Desinfecção de Endoscópios: no que podemos melhorar já? Discussão de etapas do processamento, adesão, monitoramento, falhas e como corrigir na prática

Maira Marques Ribeiro
10:00 – 10:45
Experiência do Chile

Fernando Otaíza O’Ryan
10:00 – 10:30
Tratamento de enterobactérias resistentes aos carbapenêmicos e pan – resistentes  na UTI: qual a melhor opção e novos antimicrobianos
Eduardo Alexandrino Servolo Medeiros
10:30 – 10:45 10:30 – 10:45
Discussão
10:30 – 10:45
Discussão
10:45 – 11:00 INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO
11:00 – 11:30 11:00 – 12:15
MESA REDONDA:

Limpeza como etapa fundamental
Eliane Molina Psaltikidis
11:00 – 11:45
Outras experiencias na América Latina

A confirmar
11:00 – 11:30
Desafios do tratamento de Gram – positivos em pacientes críticos – VRE / MRSA

Guilherme Henrique Campos Furtado
11:00 – 12:15
Colonização por MDR em casas de longa permanência
Simone Nouer
11:00 – 12:15
Modelos matemáticos aplicados ao controle de infecção
hospitalar

Parte II – exercício prático

Mirian Dalben
11:00 – 11:20
Prós e contras da pré – umectação no impacto da limpeza final dos produtos para saúde
Kazuko U. Graziano
11:20 – 11:40
Possibilidade da avaliação da limpeza dos materiais: qual o limite aceitável?
Rafael Queiroz de Souza
11:30 – 12:00 11:40 – 12:00
Qual a melhor decisão para processamento de materiais não críticos (comadres, papagaios, bacias)
Andrea Acuña
11:30 – 12:00
Temos as ferramentas ideais para o diagnóstico e tratamento das infecções fúngicas graves?

Arnaldo Lopes Colombo
12:00 – 12:15 12:00 – 12:15

Debate

11:45 – 12:15
Discussão plenária

Valeska Stempliuk / Maria Clara Padoveze / Fernando Otaíza O’Ryan / Carlos Magno Castelo Branco Fortaleza
12:00 – 12:15
Discussão
12:15 – 13:15 INTERVALO / ALMOÇO
Prevenção de infecção em populações especiais
Coordenadores: Denise Brandão de Assis | Lourdes Miranda | Thaís Guimarães
13:15 – 13:45 13:15 – 15:15
MESA REDONDA:

Repensando a etapa de esterilização
Moderadora: Camila Quartim Moraes Bruna
13:00 – 16:00
Planos de implementação dos componentes essenciais para programas de IRAS adaptados a realidade local

A confirmar
13:15 – 15:15
Módulo Hemodiálise
13:15 – 14:45
Impacto do uso de clorexidina na resistência bacteriana
Lauro Perdigão
13:15 – 13:45
Estudos epidemiológicos aplicados ao controle de infecção hospitalar
Geraldine Madalosso
13:15 – 13:45
Ciclo flash ou processo flash? Análise dos conflitos na adoção do ciclo de esterilização para uso imediato
Eliane Molina Psaltikidis
13:45 – 14:15 13:45 – 14:15
Necessidade do tempo expandido de esterilização para materiais cirúrgicos de grande massa e de composição mista (aço inoxidável e material polimérico)
Kazuko Uchikawa Graziano
13:45 – 14:15
Metodologia de investigação de surtos – parte teórica
Ícaro Boszczowski
14:15 – 14:45 14:15 – 14:45
Manutenção da carga qualificada na rotina da CME: limites e possibilidades
Giovana Abraão de Araújo
13:15 – 14:15
Requisitos mínimos de prevenção em hemodiálise de pacientes agudos
Cláudia Mangini
14:15 – 15:15
Metodologia de investigação de surtos – exercício prático
Ícaro Boszczowski / Geraldine Madalosso
14:45 – 15:15 14:45 – 15:15
Perguntas e Discussão
14:15 – 15:15
Legislação: onde estamos e para onde vamos
Américo Cuvello
14:45 – 15:15
Sessão perguntas
15:15 – 15:30 INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO INTERVALO
15:30 – 16:00 15:30 – 16:15
MESA REDONDA:

Esclarecendo dúvidas frequentes
Moderador: Rafael Queiroz de Souza
15:30 – 16:30
Discussões finais
15:30 – 16:15
Módulo Dispositivos implantáveis
15:30 – 16:45
Alternativas para descolonização de MDR: papel do uso dos probióticos
Maria Luisa Moura
15:30 – 16:30
Vigilância de microorganismos resistentes e estratégias de controle
Matias Salomão
15:30 – 15:45
Retomando a discussão do material molhado: deve ou não ser reprocessado em situação de emergência?
Kazuko U. Graziano
15:30 – 15:45
Infecções em prótese mamária: o problema está superado?
Lourival Rodrigues Marsola
15:45 – 16:00
Ciclo de esterilização específico para inativação de prion realmente é necessário em nosso contexto?
Maria Clara Padoveze
15:45 – 16:00
Marcapasso: epidemiologia e prevenção de infecção
Rinaldo Focaccia
16:00 – 16:30 16:00 – 16:15
É possível controlar os eventos adversos, na sua totalidade, durante o transporte e armazenamento de materiais críticos nos diversos pontos de uso? Cultura microbiológica de materiais agrega valor para validar prazo de prateleira?
Anaclara Tipple
16:00 – 16:15
Discussão
16:30 – 17:00 16:15 – 16:45
PALESTRA DE ENCERRAMENTO
Moderadora: Kazuko Uchikawa Graziano

Como está o processamento de produtos para saúde sob a ótica da OMS nos países de baixa e média renda?
Pola Brenner

16:30 – 17:00
ENCERRAMENTO
16:15 – 17:00
Módulo Oftalmologia
16:30 – 17:00
ENCERRAMENTO
16:15 – 16:30
Vigilância epidemiológica em serviços de oftalmologia
Reginaldo Adalberto de Luz
16:30 – 16:45
Requisitos mínimos: estrutura, reprocessamento
Carmen Castilho Missali
16:45 – 17:00
ENCERRAMENTO
Kazuko U. Graziano
16:45 – 17:00
Discussão
16:45 – 17:00
ENCERRAMENTO
17h00 – 17h30 ATIVIDADE EXTRA